No coração guardamos nossos bens mais preciosos, os amigos mais queridos, nossos familiares. Nele escondemos sentimentos ruins, e protegemos os bons; nosso coração é uma caixa de emoções que se entrelaçam e, muitas vezes, nos confundem. É por isso que ele se fere com coisas tão pequenas – como ouvir um “NÃO” – e mantém-se rígido e intocável diante de coisas tão grandiosas e poderosas – como a presença de Deus!

Isso nos confunde, a ponto de termos nosso próprio coração como enganoso; quem sabe, como nosso pior inimigo, porque ele conhece nossos pontos fracos. Só que, quando entregamos nosso coração nas mãos do Senhor – totalmente e só a Ele – o próprio Deus fortalece nosso coração, não com rigidez, mas com maturidade.

Maturidade para lidar com as crises, para estar sensível à presença de Deus, e não se entristecer com atitudes que, antes, o fariam ferir-se.

O melhor de tudo  é que o Senhor conhece nosso coração melhor do que ninguém, e faz com que cada ponto fraco seja fortalecido, e fortalece mais e mais aquilo que já é forte! (Aleluia)

“Os olhos do Senhor passam por toda a terra para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é totalmente d’Ele”. (2 Crônicas 16: 9)

Em Jesus,

Douglas =)

Anúncios