Faz um tempo que não consigo parar para compartilhar aqui no Blog algo que tenho aprendido com Deus, mas durante esta semana que passou e  fim de semana, consegui colocar minhas tarefas atrasadas em dia, e hoje estou mais livre para parar por alguns minutos e me dedicar a compartilhar com vocês algo do coração de Deus para o nosso. Espero que esta experiência que vou compartilhar gere crescimento em você, assim como está gerando em mim, pois fala exatamente sobre isso: crescimento espiritual.

Quem utiliza a Internet, sabe que ela é um meio de produzir bençãos, quando sabemos utilizá-la de forma a abençoar vidas, mas que se torna uma arma para distorção de palavras e desentendimentos, quando mal utilizada.

Pois eu a utilizei mau. Entrei em uma discussão desnecessária, sobre uma terceira pessoa, com um amigo meu, pelo Twitter, uma rede social onde qualquer um lê o que você escreve. Disse coisas que não eram ofensas, mas defendi minha opinião, sem levar em conta a pessoa sobre quem falei, nem o amigo para quem falei. Meus últimos tweets foram um pouco indelicados e, quando terminamos o “assunto”, fui tentar fazer meu período de devocional.

Minha mente estava na discussão, e comecei a pedir a Deus que me ajudasse, me desse direção, o Espírito Santo me fazia sentir que não deveria ter agido daquela forma, mesmo que eu achasse que a forma como meu amigo agiu comigo estivesse errada. Peguei minha Bíblia e comecei a ler, e Deus me disse simplesmente que não poderia compartilhar algo comigo, pois eu estava agindo como um carnal, como uma criança na fé, que não conseguiria suportar alimento sólido! UAU! Que “baque” eu tomei quando li essas palavras:

“(…) não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a meninos em Cristo. Com leite vos criei e não com manjar, porque ainda não podíeis, nem tampouco ainda agora podeis; porque ainda sois carnais, pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois, porventura, carnais e não andais segundo os homens?”

(1 Coríntios 3: 1 – 3)

Quando li, fui confrontdo e constrangido pelo próprio Deus, pois percebi que, realmente, minha atitude foi de um menino na fé. Não me importei com o testemunho que estaria dando àqueles que lessem meus tweets e, simplesmente quis defender minha própria opinião, como qualquer pessoa que não conhece a Deus faria! O Senhor me deixou bem claro que esta é a diferença de mim para o mundo!

Não sou de Paulo, nem de Apolo! O que importa, o que conta é Aquele que dá o crescimento: Deus! Se a pessoa sobre a qual discutimos está certa ou errada, não me compete dizer! Cada um de nós será provado com fogo, e nossas reais motivações, nossas obras serão reveladas.

Que JESUS continue a ser minha base, que qualquer edifício que se formar sobre este fundamento, seja ele de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, não importa! Que esta obra permaneça sobre Cristo! Convém que Ele cresça, e que eu, meu orgulho, meu ego, minhas opiniões desapareçam! Só assim poderei conhecer os caminhos mais altos e os sonhos maiores que Deus tem para todo aquele que o ama e busca!

É isso que eu quero! Que Deus me ajude, e também a você que, assim como eu, precisa desse crescimento que traz cada vez mais glória ao nome de Jesus! Isso é adoração!

Em Jesus,

Douglas =)

P.S.: Pedi perdão ao meu amigo. Espero que o Espírito Santo lhe convença  aceitar minhas desculpas.

Anúncios