Arquivos para categoria: Devocional

agradaradeus

“Acaso busco eu agora a aprovação dos homens ou a de Deus? Ou estou tentando agradar a homens? Se eu ainda estivesse procurando agradar a homens, não seria servo de Cristo.”

(Gálatas 1: 10)

Como líderes de louvor, ministros do altar, somos tentados pelas facilidades de falar, cantar, ministrar apenas aquilo que agrada às pessoas. Ministramos a música do momento, falamos aquilo que arranca manifestações de aprovação, aplausos, enfim..

Isso é muito fácil! Porém, é fato, e as escrituras nos dão base para dizer com propriedade, que as coisas que agradam ao povo, nem sempre (quase nunca) agradam a Deus. De qualquer forma, no período de louvor, ministramos aos homens!

Então, o que devemos ministrar?

Esta pergunta, por muitas vezes soou dentro de mim. Sempre em momentos de crise, quando eu sabia que o que Deus me direcionava a fazer ou a falar na ministração, não seria recebido com sorrisos por parte da igreja ou da liderança.

Lembro-me de uma vez, em especial, em que, nesse conflito, Deus usou um profeta (em mistério) para dizer a mim: “Ministra o que está em teu coração, filho!”. Levei um susto na hora, porque não estávamos em uma reunião de oração, mas dentro da sala de um escritório. Aquilo foi um grito de Deus, confirmando o que eu já sabia, mas não estava disposto a aceitar.

O que aprendo, tanto com minhas experiências pessoais, quanto com esta carta do Ap. Paulo aos Gálatas, é que, apesar de ministrar a homens, de nada vale, se não estiver cumprindo o querer do Senhor, em primeiro lugar.

Antes de agradar pessoas, o alvo do meu agrado é Deus! Fazer aquilo que Ele quer! Servir a Cristo e ser como Ele, levando Sua Palavra às pessoas ao meu redor. Se não for assim, não somos servos de Cristo.

Não importa o que Deus está te direcionando a ministrar! Você tem buscado viver no Centro da Vontade do Senhor? Então, creia que Ele tem posto dentro de você a vontade d’Ele. Com ousadia, agrade ao Senhor, libere a Palavra. Sirva a Cristo em primeiro lugar, afinal, foi para isso que fomos chamados.

No amor do Cordeiro e autoridade do Leão.

Douglas

Esta semana que passou foi muito especial para mim, pois se tratou de um tempo onde Deus intensificou o tratamento d’Ele na minha vida. Tudo começou por causa da Sarah, que é uma amiga muito querida da Bahia que se casou no ano passado e, desde então, está morando em São Paulo. Entramos em um propósito, juntos para que Deus trouxesse direção a respeito de assuntos particulares dela e de seu esposo. Eu, como padrinho de casamento deles, assumi o compromisso em jejum e oração, só que algo saiu um pouco fora do planejado! O propósito era por eles, mas Deus trabalhou foi em mim!

Nessa semana de quebradeira geral, reconstrução, estruturação de novas bases e novos pilares em mim, foi que Deus me fez perceber que muita coisa precisava mudar, novos caminhos precisavam ser tomados e me mostrou que é preciso estar 24 horas por dia ligado a Ele em consagração. Sempre pedia a Deus para acender em mim, novamente, a chama do primeiro amor! Pedia para que Ele restaurasse a fome e a sede por Sua palavra, que me fizesse sentir novamente Sua presença através dos louvores! Como naquele tempo em que tudo me lembrava Ele! No tempo em que eu estava loucamente apaixonado por Jesus. E Deus me fez perceber que não dependia só d’Ele, pois Ele não poderia derramar algo maior sobre mim se eu não estivesse preparado para receber!

Como sempre, Ele mesmo trouxe a resposta, mostrou o caminho, me direcionou à solução. O que Deus me fez ver é que o normal pra quem quer mais d’Ele não é ler a Bíblia uma vez sim e outra não! O normal para ter mais de Deus não é renunciar a si mesmo aos domingos e viver sua própria vontade no restante da semana, o normal para estes não é buscar a direção de Deus só quando está escalado para ministrar o louvor ou trazer a palavra uma vez no mês! O nosso normal – só daqueles que querem MUITO MAIS de Deus –  deve ser estar baseado na Palavra todos os dias! Deve ser renunciar todos os dias! Nem que todos os dias façamos jejum, mas devemos materializar nossa atitude de renúncia TODOS OS DIAS, mesmo em pequenas coisas! Pois se não conseguimos renunciar uma refeição para estar com o Senhor, se não conseguimos renunciar um tempo com os amigos ou na Internet para estar com o Senhor (a quem amamos!), como é que vamos renunciar ao pecado?!

Só quando essa entrega for diária é que estaremos prontos para receber o que Deus quer derramar sobre nós! Nada do que você renunciar será mais valioso do que a presença de Deus, pura e constante sobre você! Fale com Ele! Coloque diante d’Ele aquilo que você está renunciando para receber mais d’Ele em você! Pois se você não consegue renunciar algo é porque aquilo já te dominou, você já virou escravo! E não foi para isso que Jesus nos chamou! Ele nos chamou para a LIBERDADE! E eu posso garantir que é muito melhor! A presença d’Ele é melhor do que tudo!

Mesmo que no começo seja difícil, dê vontade de desistir, busque forças n’Ele! Peça a Ele para gerar dentro de você esse amor, essa fome por mais de Sua presença, mas prepare-se! Esvazie-se! Purifique-se! Para quando o Senhor quiser derramar sua unção, compartilhar Seus segredos, você possa estar pronto para ser um vaso em Suas mãos, vaso de honra, disponível nas mãos de Deus.

Que o Deus abençoe tua vida e te fortaleça, assim como tem feito em mim, me fazendo bem-aventurado: muito mais que feliz!

Em Jesus,

Douglas =)

Faz um tempo que não consigo parar para compartilhar aqui no Blog algo que tenho aprendido com Deus, mas durante esta semana que passou e  fim de semana, consegui colocar minhas tarefas atrasadas em dia, e hoje estou mais livre para parar por alguns minutos e me dedicar a compartilhar com vocês algo do coração de Deus para o nosso. Espero que esta experiência que vou compartilhar gere crescimento em você, assim como está gerando em mim, pois fala exatamente sobre isso: crescimento espiritual.

Quem utiliza a Internet, sabe que ela é um meio de produzir bençãos, quando sabemos utilizá-la de forma a abençoar vidas, mas que se torna uma arma para distorção de palavras e desentendimentos, quando mal utilizada.

Pois eu a utilizei mau. Entrei em uma discussão desnecessária, sobre uma terceira pessoa, com um amigo meu, pelo Twitter, uma rede social onde qualquer um lê o que você escreve. Disse coisas que não eram ofensas, mas defendi minha opinião, sem levar em conta a pessoa sobre quem falei, nem o amigo para quem falei. Meus últimos tweets foram um pouco indelicados e, quando terminamos o “assunto”, fui tentar fazer meu período de devocional.

Minha mente estava na discussão, e comecei a pedir a Deus que me ajudasse, me desse direção, o Espírito Santo me fazia sentir que não deveria ter agido daquela forma, mesmo que eu achasse que a forma como meu amigo agiu comigo estivesse errada. Peguei minha Bíblia e comecei a ler, e Deus me disse simplesmente que não poderia compartilhar algo comigo, pois eu estava agindo como um carnal, como uma criança na fé, que não conseguiria suportar alimento sólido! UAU! Que “baque” eu tomei quando li essas palavras:

“(…) não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a meninos em Cristo. Com leite vos criei e não com manjar, porque ainda não podíeis, nem tampouco ainda agora podeis; porque ainda sois carnais, pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois, porventura, carnais e não andais segundo os homens?”

(1 Coríntios 3: 1 – 3)

Quando li, fui confrontdo e constrangido pelo próprio Deus, pois percebi que, realmente, minha atitude foi de um menino na fé. Não me importei com o testemunho que estaria dando àqueles que lessem meus tweets e, simplesmente quis defender minha própria opinião, como qualquer pessoa que não conhece a Deus faria! O Senhor me deixou bem claro que esta é a diferença de mim para o mundo!

Não sou de Paulo, nem de Apolo! O que importa, o que conta é Aquele que dá o crescimento: Deus! Se a pessoa sobre a qual discutimos está certa ou errada, não me compete dizer! Cada um de nós será provado com fogo, e nossas reais motivações, nossas obras serão reveladas.

Que JESUS continue a ser minha base, que qualquer edifício que se formar sobre este fundamento, seja ele de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, não importa! Que esta obra permaneça sobre Cristo! Convém que Ele cresça, e que eu, meu orgulho, meu ego, minhas opiniões desapareçam! Só assim poderei conhecer os caminhos mais altos e os sonhos maiores que Deus tem para todo aquele que o ama e busca!

É isso que eu quero! Que Deus me ajude, e também a você que, assim como eu, precisa desse crescimento que traz cada vez mais glória ao nome de Jesus! Isso é adoração!

Em Jesus,

Douglas =)

P.S.: Pedi perdão ao meu amigo. Espero que o Espírito Santo lhe convença  aceitar minhas desculpas.

“Eis aqui estou, pois o meu Deus me pôs nos lábios novo hino de louvor, um cântico, e eu cantarei! Muitos ouvirão e temerão, e também confiarão e Ti, Senhor”

De ontem para hoje, minha voz se calou. Era como se Deus colocasse diante de mim dois caminhos: questionar Suas ações, ou aceitá-las, como de um Pai que quer o melhor para o filho a quem ama. Confesso que por alguns instantes pendi para o caminho do questionamento, mas me abri para o que sempre vivi: a soberania de Deus em minha vida e, com o apoio e compreensão de tantas pessoas que demonstraram seu amor por mim, estou firme, de pé, sobre uma rocha inabalável, na qual meu futuro está bem guardado.

Uma canção que tem me alimentado e feito crer cada vez mais é “Salmo 40” do novo CD do CTMDT. Espero que, nos momentos de crise e uma possibilidade de afundar-se em um lamaçal de lamentações, você escolha “esperar com paciência no Senhor” pois Ele se inclinará e ouvirá seu clamor. Ele é Deus!

Continuem orando por minha vida e torcendo, pois muito mais eu sei que meu Deus fará! Não vou me calar!

Forte Abraço!

Inabalável

Douglas =)

*Clique Aqui e baixe o novo CD do CTMDT inteiramente Grátis!

É impossível ouvir essa canção sem que meus olhos se encham de lágrimas e que meu coração e minha mente sejam transportados a um tempo tão próximo, mas que marcou tanto minha vida, que chego a sentir saudades.

Um menino… inocente, cheio de esperança de que algo bom poderia lhe acontecer, seus sonhos faziam parte de sua realidade, como um “presente” que estava no futuro, mas que estava próximo de acontecer. Alguém que gastava cada minuto de seus dias apaixonado por Aquele que era seu único refúgio, e que preenchia, até transbordar, o espaço que os amigos haviam deixado. Um menino visto por muitos como louco, mas que, na verdade, era um grande sábio, apesar de ele mesmo não conhecer tamanha sabedoria.

Essa canção não me transporta a lugares, pois não ia a lugar algum; ela não me faz recordar pessoas, pois a maioria delas não se agradava de minha presença. Ela me faz recordar de um tempo… um tempo onde meu maior prazer era simplesmente estar, mesmo que em lamento, na presença do Amado. Ainda não sabia nada da vida, não conhecia quão dura era a realidade (se é que hoje eu a conheça!), só sei que a pureza do primeiro amor era palpável em mim. Era algo tão grande e poderoso que exalava e atingia outras vidas.

Será que esse lugar existe? Um lugar onde mais e mais pessoas se achegam umas às outras só por terem em comum um mesmo amor? Um lugar onde não conseguimos descrever nosso amor, a ponto de dizer, com o coração ardendo, que estamos ENFERMOS DE AMOR! Que lugar é esse? Sei que ele existe, pois já estive lá… E quero estar, todos os dias, nesse lugar, onde a paixão, a Glória, a unção, a febre de amor, são muito, muito mais do que simples momentos. Onde sonhos e realidade se misturam na atmosfera do Céu na Terra. Se não em outras vidas, na minha própria, e assim, contagiando aqueles que perderam o amor…

Hoje, “tudo o que posso é render-me, dizer que o amo” e ter, sempre, um coração grato por ser alvo de Seu amor que, a cada dia, me faz crescer em Sua presença! Amo o Senhor! Quero sempre declarar! Não somente com palavras, mas com todo o meu ser!

“Estou aqui, meu amor! Te esperando, com saudades, no Jardim! Vem pra mim! Pois me arrebataste o coração, Amado meu!”

No Jardim,

Douglas =)

{Dedicado a Suzeline, Gerlaine, Abnoan, Daniella e Thiago}

“Tudo em mim mudou quando eu despertei do sono que paralisou a vida que eu tinha em Ti
Foi inesquecível ver, de novo, a Tua mão que me alcançou, que me envolveu! Senti Teu óleo derramando em mim”

(Fui Ungido – Igreja Batista Nova Ebenézer)

No meu aniversário de 16 anos ganhei um CD de uma amiga que tinha por título “Uma Fonte a Jorrar”, é da Igreja Batista Nova Ebenézer, Igreja da Fernanda Brum. O CD, no geral, não é muito bom, mas uma das músicas marcou meus momentos com o Senhor, trazendo refrigério ao meu coração e a certeza de quem eu sou diante de Deus.

Cada vez que declarava (e ainda declaro) que “FUI UNGIDO, FUI TOCADO, FUI (e ainda sou) AMADO, PERDOADO, FUI SARADO, RESTITUÍDO, FUI ERGUIDO, RENOVADO” por Seu amor, tinha meu coração cheio do renovo do Espírito Santo que me mostrava o que Sua graça e misericórdia fizeram na minha vida.

Se hoje tenho vida, é porque Cristo morreu por mim, hoje sou Filho, herdeiro de Deus!

Antes de terminar, deixo o Texto que li ontem, na Igreja, e que falou muito comigo:

“(…) aos santificados em Cristo Jesus, chamados para ser santos, com todos os que em todo lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso: graça a vós outros e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.
Sempre dou graças a [meu] Deus a vosso respeito, a propósito da sua graça, que vos foi dada em Cristo Jesus; porque, em tudo, fostes enriquecidos nele, em toda a palavra e em todo o conhecimento; assim como o testemunho de Cristo tem sido confirmado em vós, de maneira que não vos falte nenhum dom, aguardando vós a revelação de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual também vos confirmará até ao fim, para serdes irrepreensíveis no Dia de nosso Senhor Jesus Cristo.
Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados à comunhão de seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor.”

(1 Coríntios 1: 2 – 9)

Que o Senhor Jesus continue nos abençoando e aperfeiçoando… pra Glória de Seu próprio nome!

Em Cristo,

Douglas =)

 

Pedimos tantas coisas a Deus, e queremos que ele se adapte às nossas vontades. Especialmente nós que estamos em posição de liderança diante da Igreja, responsáveis por Ministérios ou envolvidos diretamente na adoração e vida espiritual de outras pessoas, começamos a querer entender a forma de Deus falar, agir e, até mesmo, pensar.

Ontem, enquanto lia minha Bíblia de Aplicação Pessoal, que estava encostada há muito tempo, me deparei com um texto no livro do Profeta Isaías que me chamou muita atenção:

“Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o SENHOR. Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos.”
(Isaías 55: 8 – 9)

O que entendo é que os projetos de Deus para nossa vida e para a humanidade como um todo são tão grandes, mas TÃO GRANDES que nossa mente limitada e incapaz não consegue ter sequer uma noção mínima das coisas lindas, maravilhosas e perfeitas que Ele tem preparadas para vivermos.

O “mau da gente” é pensar que já sabe o que Deus quer fazer, achar que já viu uma história parecida com a nossa e querer viver nossos próprios planos, por parecerem melhores do que os de Deus. Se ainda não vivemos em plenitude tudo o que Deus quer que vivamos, é porque olhamos de mais para as coisas boas que estão acontecendo na vida dos outros e nos esquecemos de focalizar no que Deus tem para NÓS.

Como diz minha Bíblia: “O conhecimento e a sabedoria de Deus são infinitamente maiores que os de qualquer ser humano. Somos muito tolos ao tentar ajustar Deus aos nossos padrões – fazer com que seus planos e propósitos sejam adequados aos nossos. Ao contrário, nós é que devemos nos ajustar aos planos dEle”.

De uma coisa sei, e ninguém me tira a certeza: que se os planos de Deus para mim forem nada além de uma vida plena na presença d’Ele, longe de todo pecado, dúvida ou dor, pra mim já é suficiente. Mesmo que nesta vida eu não venha a receber riquezas, reconhecimento ou nada do que eu planejar venha a dar certo, se na Eternidade eu estiver com meu Senhor, em comunhão perfeita e amor sem fim, pra mim já basta. Serei feliz!

Que Deus nos abençoe SEMPRE!

Douglas =)

Odiava Inglês! Achava uma Matéria desnecessária na Escola, uma vez que só aprendia o Verbo “to be” todos os anos! Mas a língua inglesa estava na minha história! E começou a sobressair ao Espanhol no ano de 2006, quando tive meu primeiro contato com o Hillsong United!

Foi o ano em que eles estiveram aqui no Brasil pela primeira vez e minha amiga, Hisolda, ganhou duas cópias de DVDs para aprender, e me emprestou! Foi o início de uma grande jornada e, mesmo enjoando um pouco do grupo por tornar-se uma febre na época, mas continuei amando e aprendendo Inglês! Sei que será uma ferramenta importante para meu chamado ministerial.

Abra-se também para novas oportunidades e esteja preparado para as diferentes formas de Deus falar e usar as pessoas.. Ele quer usar você!

Abração!

Douglas =)

Há algum tempo estava pensando em uma Música para Postar aqui no Blog, mas nenhuma me parecia inspiradora o suficiente para compartilhar aqui. Hoje, dando uma navegada no Facebook, vi uma foto da Kari Jobe, e procurei por músicas cantadas por ela. Depois de ouvir “Beautiful”, apertei o Play nesta – “You Are For Me” – e senti muito a presença de Deus! Sei que ela é velha e já a vi em diversos Blogs, mas sinto que devo compartilhar com vocês!

Lembrem-se que o Senhor é conosco em todos os momentos! Descanse e desfrute de Sua companhia!

Forte Abraço!

Douglas =)

Estou chegando agora de uma reunião de oração dos jovens da minha Igreja local, e só tenho uma coisa a dizer: “Não há melhor lugar para estar do que na presença de Deus, junto com outras pessoas que o amam!”.

Desde meu último post, passei por um processo doloroso em minha vida pessoal. Prefiro não contar aqui o que aconteceu por envolver outras pessoas, mas isso mexeu tanto com meu emocional, que passei mal durante toda a quinta-feira! Uma amiga que me viu, disse que soube, na hora, que meu problema era emocional e estava se refletindo na minha saúde.

Foi nesse contexto de guerra espiritual extrema que fiquei diante de uma escolha: perdoar ou me vingar?

Quem me conhece sabe que não sou alguém vingativo. Posso dizer que sou uma pessoa muito pacífica e que paga para não entrar em uma briga. Mas, apesar de não querer vingança, minha reação imediata foi de querer cortar relações com quem me feriu, levar o caso a alguém que fizesse justiça por mim. Não queria estar ao lado de pessoas a quem não poderia falar o que penso, por ter a sensação de insegurança na presença delas.

Foi aí que contei para meus pais, minha irmã mais velha (Mary) e meu cunhado (David) o que aconteceu comigo. Eles me deram seu apoio e começaram a me lembrar de coisas que Deus já havia proferido a meu respeito e que eu mesmo havia esquecido. Minha irmã foi completamente cheia do Espírito Santo e começou a falar coisas que encheram meu coração de vida e trouxeram, quase instantaneamente, minha saúde de volta.

Entre tudo o que ela falou, lembro de algo que foi o marco para os passos que dei dali em diante. Ela disse que eu não estou aqui para os sãos, mas para esses que precisam de mudança, é para aqueles que eu considero indignos da minha amizade que eu estou aqui, demonstrando amor e perdão, apesar de considerar que eles não mereçam, e conhecendo suas imperfeições escolher amá-los como meus irmãos. Ela me instruiu a escolher perdoar.

Na hora foi tão difícil pensar em perdoar alguém que havia me ferido o coração, voltar a conviver com alguém em quem eu não sabia se poderia confiar. Mas quando procurei uma música para ouvir no meu PC, vi o Vídeo da canção “O Perdão” (da Pra. Ludmila com a Ana Nóbrega –  que já foi tema de um Post aqui do Blog) e percebi que me bastava escolher perdoar, e Deus faria o resto.

Foi isso o que Deus fez! Quando pensei em não falar mais com quem me feriu, entrei em contato com a pessoa, como faria antigamente. Quando vi a pessoa na rua, falei como falaria antigamente. O que ela fez não me importa. Importa agora é que cada ato de perdão soa para Deus como som de adoração pura e sincera, sobe com um cheiro suave de alguém que toma parte da Cruz de Cristo e mata seu desejo de vingança, rendendo-se a vontade do Pai.

Só o Senhor é quem pode fazer isso. Eu não sou melhor do que você que está lendo este Post. Não sou mais amado por Deus, nem mais santo do que você. O que quero dizer com isso é que se eu consegui, você também consegue! “Se você tem algo pra terminar, vai! Seja você no canal do perdão e vai! Com humildade se alcança a aliança de amor”.

Foi o perdão de Jesus por mim que me fez uma nova criatura. Se ele me perdoou, eu também posso perdoar. Estou curado, pois a raiz da amargura foi arrancada do meu coração. Escolha perdoar e deixe Deus te surpreender com aquilo que só Ele pode fazer.

Que Deus nos abençoe a cada dia!

Coberto pela Graça,
Douglas =)