Arquivos para posts com tag: Adoração

agradaradeus

“Acaso busco eu agora a aprovação dos homens ou a de Deus? Ou estou tentando agradar a homens? Se eu ainda estivesse procurando agradar a homens, não seria servo de Cristo.”

(Gálatas 1: 10)

Como líderes de louvor, ministros do altar, somos tentados pelas facilidades de falar, cantar, ministrar apenas aquilo que agrada às pessoas. Ministramos a música do momento, falamos aquilo que arranca manifestações de aprovação, aplausos, enfim..

Isso é muito fácil! Porém, é fato, e as escrituras nos dão base para dizer com propriedade, que as coisas que agradam ao povo, nem sempre (quase nunca) agradam a Deus. De qualquer forma, no período de louvor, ministramos aos homens!

Então, o que devemos ministrar?

Esta pergunta, por muitas vezes soou dentro de mim. Sempre em momentos de crise, quando eu sabia que o que Deus me direcionava a fazer ou a falar na ministração, não seria recebido com sorrisos por parte da igreja ou da liderança.

Lembro-me de uma vez, em especial, em que, nesse conflito, Deus usou um profeta (em mistério) para dizer a mim: “Ministra o que está em teu coração, filho!”. Levei um susto na hora, porque não estávamos em uma reunião de oração, mas dentro da sala de um escritório. Aquilo foi um grito de Deus, confirmando o que eu já sabia, mas não estava disposto a aceitar.

O que aprendo, tanto com minhas experiências pessoais, quanto com esta carta do Ap. Paulo aos Gálatas, é que, apesar de ministrar a homens, de nada vale, se não estiver cumprindo o querer do Senhor, em primeiro lugar.

Antes de agradar pessoas, o alvo do meu agrado é Deus! Fazer aquilo que Ele quer! Servir a Cristo e ser como Ele, levando Sua Palavra às pessoas ao meu redor. Se não for assim, não somos servos de Cristo.

Não importa o que Deus está te direcionando a ministrar! Você tem buscado viver no Centro da Vontade do Senhor? Então, creia que Ele tem posto dentro de você a vontade d’Ele. Com ousadia, agrade ao Senhor, libere a Palavra. Sirva a Cristo em primeiro lugar, afinal, foi para isso que fomos chamados.

No amor do Cordeiro e autoridade do Leão.

Douglas

Anúncios

É impossível ouvir essa canção sem que meus olhos se encham de lágrimas e que meu coração e minha mente sejam transportados a um tempo tão próximo, mas que marcou tanto minha vida, que chego a sentir saudades.

Um menino… inocente, cheio de esperança de que algo bom poderia lhe acontecer, seus sonhos faziam parte de sua realidade, como um “presente” que estava no futuro, mas que estava próximo de acontecer. Alguém que gastava cada minuto de seus dias apaixonado por Aquele que era seu único refúgio, e que preenchia, até transbordar, o espaço que os amigos haviam deixado. Um menino visto por muitos como louco, mas que, na verdade, era um grande sábio, apesar de ele mesmo não conhecer tamanha sabedoria.

Essa canção não me transporta a lugares, pois não ia a lugar algum; ela não me faz recordar pessoas, pois a maioria delas não se agradava de minha presença. Ela me faz recordar de um tempo… um tempo onde meu maior prazer era simplesmente estar, mesmo que em lamento, na presença do Amado. Ainda não sabia nada da vida, não conhecia quão dura era a realidade (se é que hoje eu a conheça!), só sei que a pureza do primeiro amor era palpável em mim. Era algo tão grande e poderoso que exalava e atingia outras vidas.

Será que esse lugar existe? Um lugar onde mais e mais pessoas se achegam umas às outras só por terem em comum um mesmo amor? Um lugar onde não conseguimos descrever nosso amor, a ponto de dizer, com o coração ardendo, que estamos ENFERMOS DE AMOR! Que lugar é esse? Sei que ele existe, pois já estive lá… E quero estar, todos os dias, nesse lugar, onde a paixão, a Glória, a unção, a febre de amor, são muito, muito mais do que simples momentos. Onde sonhos e realidade se misturam na atmosfera do Céu na Terra. Se não em outras vidas, na minha própria, e assim, contagiando aqueles que perderam o amor…

Hoje, “tudo o que posso é render-me, dizer que o amo” e ter, sempre, um coração grato por ser alvo de Seu amor que, a cada dia, me faz crescer em Sua presença! Amo o Senhor! Quero sempre declarar! Não somente com palavras, mas com todo o meu ser!

“Estou aqui, meu amor! Te esperando, com saudades, no Jardim! Vem pra mim! Pois me arrebataste o coração, Amado meu!”

No Jardim,

Douglas =)

{Dedicado a Suzeline, Gerlaine, Abnoan, Daniella e Thiago}

Agora, o Blog tem novas guias! Devido ao grande número de procura para Palestras, Oficinas, além de ministrações de Louvor e Palavra, criei um espaço que possibilitará maiores informações para aqueles que quiserem realizar convites para Eventos e Cultos. Estou a inteira disposição!

Além disso, para maior facilidade de acesso, em breve o endereço do Blog passará a ser “douglasoficial.com”, assim mais pessoas poderão acessá-lo!

{Lembrando que o blog é um espaço pessoal, as guias extras são somente para informar e facilitar a formalização de convites.}

Mais uma vez, quero pedir: compartilhe o Blog com seus amigos! Meu maior alvo é abençoar vidas através dele! Conto com você!

Que Deus nos abençoe!

Douglas =)

Tenho 17 minutos para escrever este Post, antes que a bateria do meu PC acabe.. E quero compartilhar minha alegria de ter vivido o dia de hoje!

Mesmo diante de lutas, provas e tentações do mal, tenho vencido pela Graça do meu Senhor e hoje foi um dia muito especial, pois logo pela manhã, fui para a Igreja a um culto diferente, pois minha sobrinha e meu “sobrinhado” (Esposo da minha sobrinha) se batizaram. Eu ministrei o Louvor no batismo deles e pude ver coisas maravilhosas acontecendo em minha família à partir dessa mudança de vida.

À tarde, fui a uma reunião que não aconteceu, mas foi bom ter ido até o local, rever algumas pessoas queridas do Ministério de Louvor Distrital ao qual pertenço, receber o Kit de Ensaio para o Encontro Distrital de Jovens, no mês que vem, e voltar para casa. Foi aí que o grande diferencial aconteceu!

Imaginei minha Igreja cantando uma nova canção, que não havia sido gravada ou cantada para grandes multidões, uma canção que fluísse da pureza do desinteresse musical, que nascesse de uma fonte segura de adoração. Senti que Deus estava me inspirando para compor essa nova canção. Peguei minha Bíblia, meu caderno, um lápis e comecei a selecionar versículos que demonstrassem para Deus o que estava em meu coração, a expressão mais pura. Escolhi uma melodia, coloquei nela um pouco da letra que havia meditado nos Textos Bíblicos e tudo foi fluindo, como um Rio, sem que eu precisasse forçar.

A letra fala sobre confiança, e eu estava, há meses, passando por um momento de confiar (meeeesssmooo!) em Deus! Pois era algo que eu, sozinho não poderia resolver. Assim que fui para o meu quarto gravar a música pronta, o problema pelo qual estava passando se resolveu imediatamente, ou  melhor: o problema foi resolvido por Deus! Me ajoelhei (como havia feito quando terminei de compor “A Ti, Senhor e Rei”, e dediquei aquela canção ao Senhor, pedindo a Ele que ela fosse um canal que gerasse confiança no coração de cada pessoa que a cantasse.

É assim que nascem os louvores mais profundos.. Quando nosso coração está desinteressado na presença do Rei, querendo somente adorá-lo. Pela primeira vez, entreguei a gravação para alguns amigos músicos que se encarregaram de pensar em arranjos instrumentais para essa nova canção e na Sexta-feira, vamos trabalhar nela!

Que dia!!

Diante de tudo o que vivi hoje, só posso agradecer a Deus por tamanha felicidade.. Porque enquanto eu o adoro, Ele preenche todo o meu ser. Na simplicidade de adorá-lo com a inteireza do meu coração, Ele se encarrega de me fazer feliz.

“Tudo o que posso é render-me a Ti, e dizer que eu te amo. Te amo, meu Jesus” (Heloísa Rosa).

Que Deus continue nos abençoando! Obrigado por ler este Post! Espero que comente! =)

Douglas.