Arquivos para posts com tag: Amor

blog

Às vezes não me reconheço.

Sinto como se o mundo me olhasse com olhos maus. Como se devesse algo a todos. Assim, o que se passa dentro de mim é uma enorme sensação de vazio. É como se chorasse sem lágrimas, sorrindo por fora, mas por dentro, fizesse uma oração longa e questionadora, perguntando por que as coisas são assim.

Ouço comentários sobre mim, feitos por pessoas que dizem me querer bem, mas que não me mostram direções, apenas me apontam para mais dúvidas e insatisfação com quem sou. Não sou perfeito! Isso é fato. Fato também é que quem ama, ama. E tenho recebido poucas demonstrações de amor.

Cobranças? Muitas. Nem consigo contar!
E, assim, eu mesmo passo a não me aceitar como sou. Mudo, não porque sou feliz, mas para  (quem sabe (um dia)) ser.

Contudo, isso não passa de um detalhe pequeno, como uma gota no oceano, quando lembro que minha vida é feita de estações. Nada é eterno neste mundo. Se sofro, é por um tempo. Se me alegro, isso também vai passar, mas terei sempre a certeza de que, mesmo que a tristeza venha novamente, um novo dia dará lugar a uma nova estação.

Este é o milagre da vida. Feita de superações. Vivida por quem vive, e não apenas sobrevive. O que eu quero é ser, fazer, viver como quem sou. Sem me importar com quem querem que eu seja.

O tempo? …
“Forma as cores no Céu, marcando o encontro das estações.
Conta a história de amor que não se perdeu no tempo que passou, e que hoje ainda me ajuda a enxergar, a cada momento, que viver é AMAR!
O tempo não volta nem pode parar, mas me dá a chance de recomeçar.
O tempo é tempo. Não pode curar, mas é no tempo que escolhes me encontrar.
Esquecendo o tempo que passou, segurando tua mão, Senhor!
Eu vou recomeçar…”

Seja você. Seja feliz. Tudo muda, então, mude.
No tempo certo, tudo vai acontecer.

Abraços calorosos!

Douglas ;P

Anúncios

O significado de “Graça” é favor imerecido. Algo que se recebe sem ter dado nada em troca. Sob a graça, é necessário compreender que nós, seres humanos, não merecemos nada que venha da parte de Deus. Não merecemos Sua atenção, Seus cuidados, Suas bênçãos (por mais simples que pareçam ser)! No livro “Maravilhosa Graça”, Philip Yancey diz que, como alvo da graça divina, “não há nada que você possa fazer para Deus te amar mais; e não há nada que você possa fazer para Deus te amar menos”. Significa que somos alvo do amor de Deus, sem ter feito nada para merecer!

Compreender – e fazer com que se compreenda – esta realidade é fundamental. Apesar de a Graça não ser algo entendível pela capacidade limitada da mente humana, é necessário ter gravado no coração que não somos merecedores do que vem de Deus. Esta semana, li o livro “Consolo”, de Eleny Vassão, nele, ela fala que “Jó era agradecido pelos bens que Deus lhe permitira possuir. Ele não achava que Deus era obrigado a lhe dar todas as coisas boas por ele ser um homem bom. Sabia que tudo que recebia era pelo amor e pela graça de Deus, não por seus méritos pessoais” (Consolo, p. 39).

“Viver e aceitar a Graça é saber que se amamos a Deus é porque Ele nos amou primeiro e, assim, cultivamos em nós esse relacionamento com o Senhor, entendendo que se não fosse por Seu amor incondicional viveríamos uma “des”graça eterna, escravos do pecado, vulneráveis a todo tipo de ações do inimigo.”

Quando compreendemos isso, passamos a gerar gratidão em nosso coração, quer seja pela salvação que recebemos (que nos dá vida eterna), ou pelo dom da vida e das bênçãos que nos cercam no dia a dia. Ricardo Zandrino, faz a seguinte observação: “A gratidão gera alegria de viver e ser agradecido é a expressão de maturidade e saúde. A gratidão nos leva a sentir a vida como um presente constante” (Curar também é tarefa da igreja, p. 46).

Viver e aceitar a Graça é saber que se amamos a Deus é porque Ele nos amou primeiro e, assim, cultivamos em nós esse relacionamento com o Senhor, entendendo que se não fosse por Seu amor incondicional viveríamos uma “des”graça eterna, escravos do pecado, vulneráveis a todo tipo de ações do inimigo (Satanás e seus demônios). É preciso compreender isso para que nosso relacionamento com Deus não esteja baseado em momentos de bonança, e nossa fidelidade esteja acima de tudo o que Ele nos dá. Só assim, seremos fieis até o fim.

Em Jesus,

Douglas =)

 

Estou chegando agora de uma reunião de oração dos jovens da minha Igreja local, e só tenho uma coisa a dizer: “Não há melhor lugar para estar do que na presença de Deus, junto com outras pessoas que o amam!”.

Desde meu último post, passei por um processo doloroso em minha vida pessoal. Prefiro não contar aqui o que aconteceu por envolver outras pessoas, mas isso mexeu tanto com meu emocional, que passei mal durante toda a quinta-feira! Uma amiga que me viu, disse que soube, na hora, que meu problema era emocional e estava se refletindo na minha saúde.

Foi nesse contexto de guerra espiritual extrema que fiquei diante de uma escolha: perdoar ou me vingar?

Quem me conhece sabe que não sou alguém vingativo. Posso dizer que sou uma pessoa muito pacífica e que paga para não entrar em uma briga. Mas, apesar de não querer vingança, minha reação imediata foi de querer cortar relações com quem me feriu, levar o caso a alguém que fizesse justiça por mim. Não queria estar ao lado de pessoas a quem não poderia falar o que penso, por ter a sensação de insegurança na presença delas.

Foi aí que contei para meus pais, minha irmã mais velha (Mary) e meu cunhado (David) o que aconteceu comigo. Eles me deram seu apoio e começaram a me lembrar de coisas que Deus já havia proferido a meu respeito e que eu mesmo havia esquecido. Minha irmã foi completamente cheia do Espírito Santo e começou a falar coisas que encheram meu coração de vida e trouxeram, quase instantaneamente, minha saúde de volta.

Entre tudo o que ela falou, lembro de algo que foi o marco para os passos que dei dali em diante. Ela disse que eu não estou aqui para os sãos, mas para esses que precisam de mudança, é para aqueles que eu considero indignos da minha amizade que eu estou aqui, demonstrando amor e perdão, apesar de considerar que eles não mereçam, e conhecendo suas imperfeições escolher amá-los como meus irmãos. Ela me instruiu a escolher perdoar.

Na hora foi tão difícil pensar em perdoar alguém que havia me ferido o coração, voltar a conviver com alguém em quem eu não sabia se poderia confiar. Mas quando procurei uma música para ouvir no meu PC, vi o Vídeo da canção “O Perdão” (da Pra. Ludmila com a Ana Nóbrega –  que já foi tema de um Post aqui do Blog) e percebi que me bastava escolher perdoar, e Deus faria o resto.

Foi isso o que Deus fez! Quando pensei em não falar mais com quem me feriu, entrei em contato com a pessoa, como faria antigamente. Quando vi a pessoa na rua, falei como falaria antigamente. O que ela fez não me importa. Importa agora é que cada ato de perdão soa para Deus como som de adoração pura e sincera, sobe com um cheiro suave de alguém que toma parte da Cruz de Cristo e mata seu desejo de vingança, rendendo-se a vontade do Pai.

Só o Senhor é quem pode fazer isso. Eu não sou melhor do que você que está lendo este Post. Não sou mais amado por Deus, nem mais santo do que você. O que quero dizer com isso é que se eu consegui, você também consegue! “Se você tem algo pra terminar, vai! Seja você no canal do perdão e vai! Com humildade se alcança a aliança de amor”.

Foi o perdão de Jesus por mim que me fez uma nova criatura. Se ele me perdoou, eu também posso perdoar. Estou curado, pois a raiz da amargura foi arrancada do meu coração. Escolha perdoar e deixe Deus te surpreender com aquilo que só Ele pode fazer.

Que Deus nos abençoe a cada dia!

Coberto pela Graça,
Douglas =)

 

Estou aqui apenas vivendo
Feliz em saber que há uma pessoa
Que está tão perto
Tão perto de mim

Momentos, palavras não ditas
Lágrimas às escondidas
E a dor atrás
De um belo sorriso

Só Tu, oh Pai conheces-me
Amor igual não há
Nenhum olhar constrange assim
Em Ti eu existo

És meu princípio e o fim

Suzana, uma amiga, postou no Grupo CTMDT do Facebook, um Vídeo com esta canção do pastor e músico Jaeson Ma, com participação do cantor e compositor Bruno Mars: LOVE.
Ao ler o que a Música diz, fiquei completamente boquiaberto diante do computador. É a Palavra de Deus cantada!
Ao fim de seu Post minha amiga diz: “Porque, coisas boas, compartilhamos com amigos!”. Decidi compartilhar aqui, então. É claro que tenho amigos de verdade, mas como no Blog exponho o que fala ao meu coração, não poderia deixar de Postar aqui também, né?! (Rs!) Espero que gostem e que Deuse use a letra desta canção para reafirmar em você o que realmente é o amor!
O Mundo está clamando!
Em Jesus,
Douglas =)
Tradução “LOVE” (Amor)
Intérprete: Jaeson Ma
Participação: Bruno Mars.
Agora, Hollywood quer fazer você pensar que eles sabem o que é amor
Mas eu vou te dizer o que é o verdadeiro amor
O amor não é o que você vê nos filmes
Não é o ecstasy, não é o que você vê nessa cena
Você sabe o que eu quero dizer?
Eu estou dizendo a você agora, o verdadeiro amor é sacrifício
Amor é pensar nos outros antes de pensar em si mesmo
O amor é altruísta, não egoísta
O amor é Deus e Deus é amor
Amor é quando você coloca a sua vida para outro
Quer se trate de seu irmão, sua mãe, seu pai ou sua irmã
É mesmo que estabeleça sua vida por seus inimigos,
Isso é impensável, mas pensar que
O amor é verdadeiro
Pense
(Refrão)
Eu vou colocar você na minha frente
Então todo mundo pode ver
Meu amor, este é o meu amor
Eu sei que vou ficar bem
Contanto que você é meu guia
Meu amor, este é o meu amor
O amor é paciente, o amor é bondoso
Ele não inveja, não se vangloria
Ele não é orgulhoso
O amor não é rude, não é egoísta
Não se irrita, não guarda
Erros
Você vê o amor não se alegra com o mal mas rejubila
Com a verdade
Ele sempre protege, sempre crê, tudo espera, sempre persevera
O Amor nunca falha
O amor é eterno
É eterno, ele vai sobre e sobre, ele vai além do tempo
O amor é a única coisa que vai durar, quando você morrer
Mas a pergunta por quê?
Você tem amor?
(Refrão)
Eu vou colocar você na minha frente
Então todo mundo pode ver
Meu amor, este é o meu amor
Eu sei que vou ficar bem
Contanto que você é meu guia
Meu amor, este é o meu amor
Não há maior amor do que este
Do que aquele que dá a vida pelos seus amigos
Agora você está disposto a sacrificar sua vida para
os seus amigos?
Você provavelmente está disposto a entregar a sua vida para sua mãe seu pai, ou seus melhores amigos
Mas você está disposto a entregar a sua vida, mesmo para
aqueles que te odeiam?
Eu vou te dizer quem fez isso
A definição do amor é Jesus Cristo
Ele é amor
Os cravos em suas mãos, os espinhos na testa
Pendurado em uma cruz por seus pecados meus pecados
Isso é o amor que ele morreu por você e eu,
enquanto nós ainda odiávamos
Isso é amor
Deus é amor verdadeiro, e se você não conhece esse amor
Agora é a hora de saber, o amor perfeito
(Refrão)
Eu vou colocar você na minha frente
Então todo mundo pode ver
Meu amor, este é o meu amor
Eu sei que vou ficar bem
Contanto que você é meu guia
Meu amor, este é o meu amor

“E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos os nossos devedores.”
(Mateus 6: 12)

Ano Novo, Vida Nova! Este é o lema de muitos brasileiros que conseguem atravessar a meia-noite do dia 01 de janeiro. Muitas pessoas traçam objetivos para o ano que começa. Metas, alvos a serem alcançados, são traçados como objetivo. “Neste ano eu chego ao peso ideal!”, “Neste ano eu saio do aluguel!”, ou ainda “Neste ano eu consigo um(a) esposo (a)!”. Isso é muito bom, afinal, sonhar e planejar não custa nada e traz esperança ao coração! Foi Deus quem colocou em nós a capacidade de ter sonhos e de fazer planos.

Quando pensamos “Ano Novo, Vida Nova!” tendemos a querer que a “Vida Velha” fique para trás. Perdoe-me frustrar esta idéia, mas isso é impossível! Não me olhe assim, porque é verdade! Não falo sobre algo de que ouvi falar, ou que assisti em algum programa de TV, mas de algo que eu mesmo vivi. Talvez você, como eu, queira viver uma nova vida, mas seu passado insiste em te perseguir. Quem sabe, você queira começar novos e bons relacionamentos, mas ainda se sente preso a relacionamentos que, um dia, te feriram. Por mais que você tente se livrar dessas sombras do passado, você vê cada uma de suas tentativas sendo frustrada.

Isso acontece por um simples motivo: Deus consegue “esquecer” seu passado, mas você não! Isso é fato!

O grande problema é que queremos esquecer de nossas feridas, ao invés de curá-las. Queremos esquecer as pessoas que nos fizeram mal, ao invés de perdoá-las para, podermos nos lembrar delas sem que isso nos cause dores. Se queremos começar uma vida nova, devemos começar do ponto zero, e isso não consiste em “esquecer” o passado, mas em resolver o que ficou mal resolvido nele. Uma história está sendo escrita em sua vida e o que já aconteceu não pode ser apagado, mas precisa ser resolvido, para que uma nova fase possa começar.

Ninguém mais do que o próprio Jesus Cristo, nos ensina a orar pedindo o perdão de Deus na mesma intensidade com a qual perdoamos as pessoas que nos ofendem. E se não perdoamos aqueles que nos ofenderam no passado, obteremos o perdão de Deus no mesmo nível de intensidade com que não perdoamos, ou seja, Não seremos perdoados! (Reclame com Jesus, foi Ele quem disse isso!).

Há uma movimentação imperceptível no mundo espiritual, coisas que às vezes, sequer conseguimos entender, a não ser quando somos iluminados pelo Espírito Santo. Assim como o sacrifício de Jesus teve um significado no mundo espiritual para a nossa Libertação, quando liberamos uma palavra de perdão verdadeiro sobre a vida de alguém, algo acontece no mundo espiritual, gerando Libertação na pessoa perdoada e no coração de quem perdoa.

Se você quer começar uma nova vida no ano que vai começar, quero te encorajar a liberar perdão. O mesmo perdão que foi liberado sobre você na Cruz do Calvário quando Cristo morreu para a remissão dos teus pecados. Perdão imerecido, mas que fez toda a diferença para que você fosse redimido e, hoje, pudesse viver.

Lembre-se que uma “Vida Nova” não começa quando deixamos para trás o que aconteceu no passado, mas quando lavamos o passado no Sangue de Jesus, podendo nos lembrar dele sem que isso nos cause dor!

Escolha perdoar.

Douglas Rodrigues – 18 anos
27 de Setembro de 2009

Desde a primeira vez que ouvi esta canção, me apaixonei! A letra que diz: “O Teu amor, meu Senhor, me faz acreditar que tudo é possível! Sei que posso confiar que o Deus a quem sirvo é o Deus do impossível” renova a fé do meu coração  todas as vezes que a ouço! Tenho certeza de que se os Frutos são a prova de um verdadeiro ministério voltado para abençoar vidas e servir a Jesus, a Comunidade Evangélica da Família realmente está no caminho certo, pois já tem produzido Frutos eternos em minha vida não apenas com as canções, mas através da vida de alguns dos componentes do Ministério.

Tenho certeza de que, assim como Deus falou comigo, Ele tem algo novo a falar com você através desta canção tão verdadeira e tão cheia da unção do Espírito.


Alguém uma vez falou que a ‘coisa’ mais importante que alguém pode ter não é dinheiro, carro, ou coisas do tipo, mas o bem mais precioso que uma pessoa pode ter são… pessoas!

Isso mesmo: pessoas! Pessoas que te acompanham a algum lugar, tornando o caminho menos solitário e mais divertido. Pessoas que rolam de rir com alguma coisa engraçada que você disse, que para você nem foi tão engraçado assim!

Pessoas que não são a solução para seus problemas, mas são ouvidos atentos a te ouvir e braços fortes a te segurar nos momentos em que sua vida está a ponto de desabar! Pessoas que sabem dizer a palavra certa na hora certa, assim como sabem não dizer nenhuma palavra.. na hora certa. Pessoas que, mesmo sem ter o que dizer, permanecem ao seu lado só pelo prazer da sua companhia.

Pessoas com as quais não é preciso medir as palavras, pela certeza de que ainda estarão ali assim que você terminar de desabafar. Pessoas que não perguntam: “Por que você é assim?!”, mas que, com carinho, dizem: “Que bom que você é assim!”.

Pessoas que não têm medo de te dizer a verdade, mesmo quando a verdade é dolorosa (como alguma coisa verde presa entre seus dentes!).

Pessoas que também choram, que também riem, que também amam, que também passam por dificuldades.. assim como você! Pessoas que são só pessoas, mas que ocupam um lugar único e especial no coração de outra pessoa (o seu). Pessoas que não são anjos, mas que têm todo o perfil de um.

Se tiver pessoas assim na sua vida, você tem a sorte de possuir um tesouro! Ame-as, cuide de cada uma delas e valorize cada ação de amor por você – por mais simples que pareça ser. Se você não tem, seja uma dessas pessoas para alguém, pois um dia, quando menos esperar, você perceberá que em sua vida também há pessoas que fazem toda a diferença.


Uma amiga me emprestou o CD do Anderson Freire (compositor de canções como “Sou Humano” gravada por Bruna Karla e “Primeira Essência” por Aline Barros), e não tive como parar de ouvir! O CD todo é lindo! Se já o admirava por suas composições gravadas por outros cantores, passei a admirá-lo mais ainda através das composições gravadas em sua própria voz!

Além de o Back estar perfeito (amo backs!), as letras são exatamente o que gostaria de dizer pra Deus.

Decidi compartilhar uma das canções que mais me marcou. Chama-se “Capacita-me”. Ainda não tem clipe, mas tá valendo!

O que dirás, ó Deus, ao meu respeito?
Quando endurecer meu coração
E não liberar perdão ao meu irmão
O que dirás, ó Deus, ao meu respeito?
Se eu abandonar os meus pais
O tempo de honraria deixar para trás
O que pensaria, quando eu pensasse só apenas no que é meu?
Uma sensibilidade esmagada pela ausência
Pela falta de Ti, meu Deus
Quando me coloco no Teu lugar
Vejo a diferença de quem sabe amar
Dá vontade de nascer de novo
Mesmo sabendo que o tempo não vai voltar .

Quebranta-me, dilata em mim
Um coração que queira Te agradar
Coração disposto a Te adorar
Quebranta-me, dilata em mim
Um coração com Suas intenções
Faz de mim um ser humano capacitado pra amar.

O que dirás ó Deus ao meu respeito?
Quando eu liberar o perdão?
De maneira alguma eu não abrir mão da comunhão
O que dirás ó Deus ao meu respeito?
Quando eu visitar os hospitais
Cuidar com carinho dos meus pais
O que pensarias quando eu deixasse de olhar só pro que é meu
Uma sensibilidade esmagando aquela ausência
Aquela falta de Ti, meu Deus
Quando me coloco no Teu lugar
Vejo a diferença de quem sabe amar
Dá vontade de nascer de novo
Mesmo sabendo que o tempo não vai voltar.

O bem que eu preciso fazer é tão difícil de praticar
Mas o mal que está diante de mim só me leva a errar
Já não bastam asas para voar
O equilíbrio eu só vou encontrar
Quando eu entender o que é de fato adorar
Quando eu entender o que é de fato me entregar