Arquivos para posts com tag: Vida com Deus

O significado de “Graça” é favor imerecido. Algo que se recebe sem ter dado nada em troca. Sob a graça, é necessário compreender que nós, seres humanos, não merecemos nada que venha da parte de Deus. Não merecemos Sua atenção, Seus cuidados, Suas bênçãos (por mais simples que pareçam ser)! No livro “Maravilhosa Graça”, Philip Yancey diz que, como alvo da graça divina, “não há nada que você possa fazer para Deus te amar mais; e não há nada que você possa fazer para Deus te amar menos”. Significa que somos alvo do amor de Deus, sem ter feito nada para merecer!

Compreender – e fazer com que se compreenda – esta realidade é fundamental. Apesar de a Graça não ser algo entendível pela capacidade limitada da mente humana, é necessário ter gravado no coração que não somos merecedores do que vem de Deus. Esta semana, li o livro “Consolo”, de Eleny Vassão, nele, ela fala que “Jó era agradecido pelos bens que Deus lhe permitira possuir. Ele não achava que Deus era obrigado a lhe dar todas as coisas boas por ele ser um homem bom. Sabia que tudo que recebia era pelo amor e pela graça de Deus, não por seus méritos pessoais” (Consolo, p. 39).

“Viver e aceitar a Graça é saber que se amamos a Deus é porque Ele nos amou primeiro e, assim, cultivamos em nós esse relacionamento com o Senhor, entendendo que se não fosse por Seu amor incondicional viveríamos uma “des”graça eterna, escravos do pecado, vulneráveis a todo tipo de ações do inimigo.”

Quando compreendemos isso, passamos a gerar gratidão em nosso coração, quer seja pela salvação que recebemos (que nos dá vida eterna), ou pelo dom da vida e das bênçãos que nos cercam no dia a dia. Ricardo Zandrino, faz a seguinte observação: “A gratidão gera alegria de viver e ser agradecido é a expressão de maturidade e saúde. A gratidão nos leva a sentir a vida como um presente constante” (Curar também é tarefa da igreja, p. 46).

Viver e aceitar a Graça é saber que se amamos a Deus é porque Ele nos amou primeiro e, assim, cultivamos em nós esse relacionamento com o Senhor, entendendo que se não fosse por Seu amor incondicional viveríamos uma “des”graça eterna, escravos do pecado, vulneráveis a todo tipo de ações do inimigo (Satanás e seus demônios). É preciso compreender isso para que nosso relacionamento com Deus não esteja baseado em momentos de bonança, e nossa fidelidade esteja acima de tudo o que Ele nos dá. Só assim, seremos fieis até o fim.

Em Jesus,

Douglas =)

 

Ontem ganhei de presente de uma amiga, um livro do Max Lucado. Chama-se “Faça a Vida Valer a Pena”, e tem um sub-título “Porque você nasceu para mudar”. Fiquei feliz ao ler este sub-título por alguns motivos específicos:

1º – Um dia antes de ganhar o livro, pedi demissão do meu emprego para me dedicar a Missões na Igreja, especificamente, ao meu Prático do CTMDT (Isso foi uma mudança e tanto!);

2º – Comecei a perceber algumas mudanças em mim. Mudanças que ocorreram sem que eu mesmo percebesse. Só percebi quando já havia mudado (Isso me chamou muito a atenção e me fez ficar feliz!).

Hoje, vi uma foto de meus amigos do CTM no Orkut de um amigo, e não reagi como reagia antigamente. Antes, era só ver uma foto que ficava triste! Batia uma saudade, uma vontade de chorar.. enfim, melancolia total! Desta vez, reagi naturalmente, feliz por ter conhecido as pessoas que conheci, por ter amado cada uma e por terem feito parte de minha história, só que essa fase da história já passou. Não que, hoje, eu reaja com indiferença diante de uma lembrança, mas essas lembranças não me causam mais dores. Descobri que nasci pra mudar, e que mudar inclui minhas reações!

O Douglas de antes reagia de uma forma, o de hoje reage de outra! Infelizmente, as pessoas já se acostumaram comigo do jeito antigo: um menino calmo, que engole tudo o que as pessoas dizem, e às vezes até eu me confundo… só que o que sobressai hoje é o novo Eu!

(Meu pai tá me mandando ir dormir… ><‘)

Fico feliz porque Deus tem me feito redescobrir a mim mesmo, e tem me mostrado seu amor no meu jeito de ser, agir e reagir.

CTM, amo você, mas hoje você faz parte do meu passado!

Forte Abraço!

Douglas

Há momentos em que sentimos como se tudo começasse a dar certo, parece até um sonho do qual, a qualquer momento, acordaremos e tentaremos voltar pra dentro dele.

Tenho uma amiga que estava há cerca de um ano desempregada e dependia dos pais para qualquer necessidade financeira. Faltavam 2 períodos para terminar sua faculdade e ela não conseguia emprego em lugar nenhum. Quando essa fase de aperto passou, ela terminou a faculdade, formou-se e distribuiu curriculum por todos os estabelecimentos de seu ramo. Por fim, minha amiga foi chamada para trabalhar. Passou a ganhar bem, saía em horários favoráveis para poder fazer outras atividades, enfim, tudo ia muito bem. Um dia, quando conversávamos, ela me disse que estava com medo, pois tudo aquilo parecia impossível. Estava tudo tão bem que ela achava que algo ruim estava para acontecer.

Na maioria das vezes, pensamos assim. Acreditamos que não temos o direito de viver bem, de ter estabilidade em nossa vida familiar, financeira e, até mesmo, espiritual. Quando tudo está dando certo, quando conseguimos, por fim, perder alguns hábitos maus que temos, achamos que o diabo está dando corda pra que, quando ele a puxar, nossa queda seja maior e mais vergonhosa. Quando, na verdade, se estamos conseguindo manter uma vida com Deus é porque o próprio Espírito Santo tem nos ajudado. Se pensamos o contrário disso, estamos deixando de glorificá-lo e, ao mesmo tempo, dizendo que o diabo é mais forte do que a força do Espírito que nos livra das tentações.

Se você tem vivido a plenitude de sua vida com Deus, conseguindo parar tudo para passar tempo com Ele, se você tem conseguido dizer “Não!” às tentações do diabo e de seus demônios, não subestime isso. Prossiga, sabendo que é o Espírito de Deus que tem te fortalecido. Ele é quem nos segura com Sua forte mão quando pensamos estar caindo. E quando caímos no buraco mais profundo, escuro e sujo, a mesma mão nos levanta e nos limpa, levando-nos até onde há luz, onde nada fica escondido.

O Senhor quer nos limpar por nos amar. Nenhum pai ou mãe gosta de ver seus filhos sujos ou mal vestidos, sabendo que há água para se lavar e que há roupas limpas para vestir. O Pai quer nos trocar, quer que estejamos sempre perfumados com Seu próprio perfume, para que aqueles que permanecem sujos, sintam o perfume de Deus e queiram ser limpos por Ele, como nós somos todos os dias.

Beijos e Abraços. Até mais!